Nossos representantes em Manaus (Brasil) — Abner Lellis®.

Amigos e parceiros:

Companhia Aérea TRANSAERO

Bolsa Monetária Interbancária de Moscou (BMIM)

Witmarsum

Características

O fim da Primeira Guerra Mundial trouxe os primeiros colonizadores ao município – soldados alemães que fugiam da crise em seu país.

  • Data de fundação — 15 de junho de 1962.
  • Data festiva — 15 de junho (Festa de Emancipação Política), 15 de maio (Festa da Matriz) e de 1° até 15 de abril (campeonato esportivo).
  • Principais atividades econômicas — Agricultura.
  • População — 3250 habitantes.
  • Colonização — Alemã, italiana e russa.
  • Principais etnias — Alemã, italiana e russa.
  • Localização — Alto Vale do Itajaí, na microrregião de Rio do Sul, a 253km de Florianópolis.
  • Área — 130km2.
  • Clima — Mesotérmico úmido, com verão quente e temperatura média de 18,2°C.
  • Altitude — 410 m acima do nível do mar.
  • Cidades próximas — Vitor Meireles, Dona Emma, Presidente Getúlio, José Boiteux, Ibirama, Rio do Sul.

História

O fim da Primeira Guerra Mundial contribuiu para a colonização do município de Witmarsum. A companhia colonizadora trouxe soldados alemães que buscavam um novo lar, distante da Alemanha em crise. Em 1924, um grupo deles estabeleceu-se no interior do distrito de Hamônia (atual Ibirama), batizando o lugar de Nova África porque os soldados haviam combatido no Continente Africano. Imigrantes russos oriundos da Ucrânia chegaram seis anos depois e deram ao local o nome de Witmarsum, que significa “estrela azul”. Há, porém, uma versão baseada em pesquisas de uma universidade da Holanda que também explica a denominação: Witmar seria o nome do fundador da religião menonita e “sum” significa jardim. Mais tarde chegaram os italianos. Quando Presidente Getúlio se desmembrou de Ibirama, Witmarsum passou a pertencer ao novo município, tornando-se independente em 1962.

Turismo

Poucas ruas, mas todas ajardinadas. A pequena Witmarsum tem moradores caprichosos que vivem basicamente da agricultura. A maioria das famílias trabalha em minifúndios plantando mandioca, feijão, milho, cebola e arroz-sequeiro. Há ainda criação de gado leiteiro, de corte e de suínos. As indústrias são de cerâmica, de móveis, de tubos e de máquinas para o corte de carne. A vida cultural mantém preservadas as tradições dos colonizadores nas apresentações de dois grupos de dança – um infantil e um de dança moderna – e nas festas religiosas.

Como Chegar

O principal acesso é pela SC-421, a partir da rodovia BR-470.

Serviços

Prefeitura Municipal — (47) 358–01–23.

http://www.sc.gov.br/portalturismo/Default.asp?CodMunicipio=417&Pag=1

Русская версия
  Copyright © 2003-2017 SRC “Sociedade da Amizade, coopera ção cultural, científica e empresarial com o Brasil”
Informação jurídica

Desenho e Scripting — Oleg Voltchkóv
Informação sobre o Servidor